Últimas

– Infelizmente minha obra Passeio Virtual Caxias do Sul 1910 não foi selecionada para o Festival Internacional CulturaDigital.Br – 3ª Edição;

–  Fim do ano chegando e trabalhos aumentando: em dezembro apresento a primeira parte do meu Trabalho de Conclusão de Curso de Bacharelado em Tecnologias Digitais. Título: Computadores Vestíveis Afetivos como Interface de Comunicação;
– O V Simpósio do ABCiber (2011) foi excelente!!! Conheci pessoas muito legais, troquei experiências e pude expor pela segunda vez minha obra Passeio Virtual Caxias do Sul 1910 na Mostra 20 Mil Léguas. Clique aqui para ver os anais do evento.
– O TEDx Caxias do Sul superou expectativas! Foi uma honra ser uma das convidadas e falar ao público sobre minha pesquisa com computadores vestíveis.
 O Jornal O Caxiense nos desafiou em resumir as nossas palestra em 140 caracteres
Já no palco
Organização e palestrantes

“Acadêmica de Bacharelado em Tecnologias Digitais, assessora de imprensa e executiva empresarial
Aline Corso estuda os computadores vestíveis há 4 anos. Na palestra O Corpo Aparelhado, ela citou Minority Report, Robocop e Inspetor Bugiganga para falar de uma fantasia antiga do homem.
“Desde tempos antigos, o homem tem imaginado o que aconteceria com a humanidade com a criação de um homem-máquina”, disse Aline, ao explicar que essas tecnologias estão mais perto do que se imagina.
“Computador vestível é um tipo de computador adicionado ao corpo do usuário, sempre ligado e acessível, exercendo algumas funções”, disse Aline.
Ela apresentou exemplos dessas “roupas tecnológicas” no uso militar, na medicina, esporte, segurança, moda e entretenimento.
“E, se em vez da tecnologia chegar ao corpo, o corpo fosse para a tecnologia?”, questionou a palestrante, que não atribui o uso de “peças humanas” em máquinas só aos filmes de ficção científica.
“Não se espantem quando essas coisas chegarem ao mercado.” Fonte O Caxiense.

Segue o .ppt apresentado: